Bem viver
5
novembro

Saiba tudo sobre o terror noturno  

O problema pode trazer muitos transtornos para o descanso de adultos e crianças 

O terror noturno é um distúrbio do sono comum em crianças, mas que também pode acometer adultos. As crises ocorrem durante o sono e possuem curta duração, mas podem causar problemas e assustar quem presencia o fenômeno.  

Para você conhecer melhor sobre o terror noturno, a Altenburg separou o seguinte material, confira: 

Entendendo o terror noturno 

Apesar do nome sugerir, o distúrbio é bem diferente do pesadelo, se assemelhando mais com o sonambulismo. Sonhos ruins acontecem com frequência e é possível lembrar deles ao acordar. O terror noturno, por outro lado, não deixa qualquer lembrança na memória, e só é detectado quando presenciado por outra pessoa.  

As crianças são comumente afetadas pelo problema, que tende a desaparecer naturalmente ao longo dos anos.  

Quando o distúrbio acontece em adultos, é preciso verificar as causas e buscar tratamento médico.  

Causas 

A principal razão para a ocorrência do terror noturno ainda é desconhecida, mas as crises podem ser desencadeadas pelos seguintes fatores:  

  • Privação de sono; 
  • Cansaço; 
  • Febre; 
  • Estresse; 
  • Dormir fora de casa; 
  • Histórico familiar de sonambulismo ou terror noturno; 
  • Distúrbios respiratórios; 
  • Enxaqueca; 
  • Síndrome das pernas inquietas; 
  • Traumas na cabeça. 

Sintomas 

Durante uma manifestação do distúrbio, a pessoa pode:  

  • Sentar-se na cama; 
  • Gritar;  
  • Demonstrar medo; 
  • Se debater; 
  • Golpear o ar com braços e pernas 
  • Transpirar intensamente; 
  • Acordar assustada, apenas depois de muita insistência; 
  • Apresentar uma respiração anormal;  
  • Apresentar batimento cardíaco acelerado; 
  • Chorar; 
  • Ficar com os olhos abertos; 
  • Levantar-se da cama e sair correndo; 
  • Apresentar agressividade. 

Diagnóstico 

O terror noturno é geralmente confirmado pelo médico através da descrição dos eventos. Exames físicos e psicológicos também podem contribuir para a aferição do problema, bem como um exame aprofundado do sono. 

Tratamento  

O distúrbio geralmente não precisa de tratamento, porém algumas medidas preventivas são recomendadas para evitar acidentes durante as crises. 

Mantenha portas e janelas trancadas e evite escoriações causadas pelas movimentações que podem ocorrer durante o terror noturno.  

Se os episódios forem desencadeados por outras condições de saúde, como estresse ou apneia do sono, o tratamento deverá ocorrer de acordo a causa em questão. 

 

Agora que você conhece mais sobre este distúrbio, que tal caprichar na sua noite de sono? Acesse o site da Altenburg e encontre tudo para uma noite bem dormida e muito confortável.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Por que é tão difícil dormir fora de casa?  
Conheça a coleção In Cotton da Altenburg  
Saiba tudo sobre o terror noturno  
Como aliviar a fibromialgia para ter uma noite de sono melhor 
1234