Bem viver
22
abril

Problemas com insônia? Saiba como prevenir

Você sabia que a insônia atinge mais de 70 milhões de brasileiros? Se você faz parte desse número, saiba que há como prevenir. Entenda

Segundo a Associação Brasileiro do Sono (ABS), a insônia vem sendo um dos problemas mais recorrentes nos consultórios médicos. O número impressiona, afinal, são 73 milhões de brasileiros que sofrem com este problema. Quase 30% da população nacional possui este distúrbio.

A insônia, no entanto, pode ter duas justificativas diferentes: uma relacionada a fatores emocionais e outra a orgânicos. Para entender qual é a causa, é preciso fazer uma investigação clínica apurada e um diagnóstico claro para que o tratamento seja o mais preciso possível.

O que causa a insônia?

São vários os fatores que podem acabar causando a insônia. No campo emocional, podemos citar os conflitos no trabalho, problemas no ambiente familiar, término de relacionamento, acúmulo de tarefas diárias e doenças emocionais.

Quando o assunto passa a ser os problemas orgânicos, vemos com frequência como causas as doenças crônicas de maneira geral e a carência de vitaminas no organismo, ocasião em que o corpo tende a ter mais predisposição para a insônia.

Como prevenir este problema?

Alguns fatores e hábitos do dia a dia desencadeiam alterações hormonais e físicas do corpo. Isso contribui – e muito – para que a insônia faça parte de todas as suas noites.

Álcool, fumo, drogas e o uso indiscriminado de medicação, por exemplo, comprometem muito a cura da insônia. Para evitar esse problema, uma boa solução é optar pela ajuda de terapia ou psicoterapia, que podem ser realizadas pelo psiquiatra ou psicólogo.

Além disso, optar pela prática de atividade física é ótimo para aliviar o estresse e a ansiedade. Ao fazer isso, seu corpo libera serotonina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar. Isso é excelente para quem sofre com a insônia.

O uso de eletrônicos

Embora as queixas de insônia na infância sejam menores do que na idade adulta, são várias as reclamações de pais que seus filhos não dormem em virtude do uso de eletrônicos.

Devido ao uso constante do celular e de outros aparelhos eletrônicos, o ritmo do sono diminui consideravelmente. O sono evolui em ciclos ou fases de ondas rápidas que alternam com fases de ondas lentas. Uns demoram mais para dormir, outros dormem com mais facilidade e o uso do celular atrapalha muito este ciclo.

Tratamento alternativo

Além dos tratamentos que já falamos anteriormente, a insônia pode ser tratada por meio de técnicas de terapia manual, que visam tratar a causa da doença e não apenas o sintoma. Chamada de microfisioterapia, a técnica procura no corpo onde há uma perda de vitalidade dos tecidos que geram o mau funcionamento do organismo.

A microfisioterapia, por exemplo, pode ajudar alguém que já teve algum problema emocional, que é ansioso demais ou muito agitado, uma vez que a técnica pode estimular o corpo a corrigir esses problemas.

É hora comprar um Altenburg 

Você sabia que o seu travesseiro pode te ajudar a ter uma noite de sono mais calma e tranquila? O Travesseiro Altenburg Antistress é uma ótima opção para isso.

Ele possui fios de carbono em sua estrutura do tecido, que agem na condução da energia eletrostática do corpo acumulada durante o dia, principalmente na região da cabeça, pescoço e ombros, sendo uma das causas da insônia.

Ficou interessado? Entre em nosso site, confira mais informações do produto e compre já o seu para ter uma noite de sono mais calma e tranquila. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Quais os primeiros cuidados com um lençol novo?
SPA em casa: 5 dicas para um momento relaxante
O que considerar ao comprar toalhas de banho?
1234