Bem viver
3
agosto

Cinco impactos negativos da falta de sono no seu corpo

Em 5 de agosto celebra-se o Dia Mundial da Saúde. Esse tema, que é tão importante, tem uma data para lembrar as pessoas de todas as regiões do planeta que é fundamental estar atento ao que o corpo está nos dizendo.

E a Altenburg, que está sempre preocupada em promover o bem viver das pessoas, sabe que o sono tem tudo a ver com isso. Se dormir bem pode trazer benefícios que a gente nem imagina, o contrário também é válido: não ter um descanso de qualidade tem tudo para ser sintoma de que algo não anda bem.

Abaixo, alguns impactos que você talvez não saiba sobre noites mal dormidas no seu organismo:

1) Fata de sono potencializa inflamações

Um artigo publicado pela revista Biological Psychiatry comprova que a falta de sono pode levar o sistema imunológico a se voltar contra partes saudáveis do corpo. Segundo o relato, principalmente em mulheres, interrupções do descanso, mesmo que por poucas horas, estão associadas com o aumento de processos inflamatórios.No mesmo artigo em que defendem o aumento dos processos inflamatórios relacionado à falta de sono, os pesquisadores apontam que dormir reduzir o risco de doenças cardíacas e de síndromes autoimunes, como a artrite reumatoide.

2) Baixa na imunidade e todos os seus impactos

Outros especialistas apontam que noites mal dormidas deixam o organismo mais propício a desenvolver infecções. Isso porque a imunidade é diretamente afetada e, com as defesas do corpo mais baixas, vírus e bactérias encontram o cenário perfeito para atacar.O que comprova isso é outro artigo, publicado pelo Archives of Internal Medicine em 2009, que expôs pessoas que dormiam bem e mal ao vírus da gripe. 98% dos que desenvolveram a doença dormiam mal.

3) Dificuldade no controle da diabetes

Se você tem diabetes, saiba que dormir bem é ainda mais importante no seu caso. Um estudo feito pela Northwestern University mostrou que portadores da doença que dormiam mal tiveram 82% a mais de resistência à insulina. Mas mesmo que você não tenha a doença, a falta de sono pode ser um fator importante para o desenvolvimento dela. De acordo com especialistas, durante o descanso o corpo estabiliza os índices glicêmicos.

4) Pressão pode desregular

Não dormir é causa de estresse. Isso todo mundo sabe. O que pouca gente lembra é que o estado de ansiedade é um dos mais comuns desencadeadores de aumento de pressão. Segundo médicos, o crescimento da atividade da adrenalina no corpo causado pela insônia, quando muito recorrente, pode desencadear hipertensão.

E se você quer saber mais sobre o sono, clique aqui para ver um post que fizemos sobre os distúrbios mais comuns neste sentido e veja neste post algumas dicas simples que podem ser decisivas para uma boa noite de descanso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Cientistas descobrem que dormir pouco faz o cérebro se autodestruir
Protetor de colchão: três motivos para usar
Dia dos professores: bons exemplos de educadores que merecem ser compartilhados
Dia da Criança: o que fazer pra curtir esse dia em casa com o filho
1234