Bem viver
27
agosto

Como ter mais inteligência emocional?

Navegar por todos os efeitos psicológicos, físicos e econômicos da pandemia é muito complicado e evoca uma série de emoções diferentes. Dessa forma, a inteligência emocional hoje em dia é mais necessária do que nunca. Quer saber como desenvolver melhor essa habilidade? Veja nossas dicas a seguir.

O que é inteligência emocional

A IE, sigla para inteligência emocional, é a capacidade de perceber, identificar, compreender e gerenciar nossos próprios sentimentos e emoções e os dos outros, também. Ela incorpora autocontrole, habilidades sociais, relacionamentos, comunicação e a influência ou motivação que damos a outras pessoas – todas excelentes habilidades para o sucesso pessoal e profissional.

Observe o seu comportamento

Observe como você age quando está sentindo certas emoções e como isso afeta sua vida. Uma vez que nos tornamos mais conscientes disto, é fácil julgar e começar a atribuir rótulos ao nosso comportamento.

Lembre-se também de ouvir o lado físico do seu corpo, sensações e sentimentos como calafrios, por exemplo, podem sinalizar que você precisa prestar mais atenção ao momento.

Construa bons relacionamentos

Pode parecer simples, mas ter bons relacionamentos, empatia e se colocar no lugar do outro é um dos exercícios fundamentais para sua inteligência emocional.

Isso porque, dessa forma, há uma chance maior do outro também entender seu percurso e ter uma troca positiva com você. Bons relacionamentos geram bons sentimentos e emoções.

Você pode interagir com pessoas que estejam com o mesmo foco e objetivo. Pode trocar informações, estar com alguém que produza tanto quanto você.

Esse é um fator que está relacionado ao seu percurso, que não necessariamente tem que ser solitário. Basta ter responsabilidade para seguir firme e entender que este caminho é seu, faz parte de você.

Aprenda a lidar com as emoções negativas

Outro ponto importante é saber como lidar com as emoções negativas, como inveja, frustração ou falta de perspectivas.

Se alguém da sua equipe foi promovido, por exemplo, procure entender os motivos dessa conquista, ou seja, não faça disso um momento de negatividade. Caso seja fruto de uma melhor qualificação desse colega, por exemplo, cabe a você correr atrás e também melhorar seu currículo com novos cursos.

Em outra situação, como receber um feedback negativo de seu superior, busque explicações para isso e se esforce para melhorar. Não permita que a frustração tome conta de você, impedindo que se desenvolva profissionalmente. Quem age com inteligência emocional no trabalho desenvolve uma visão otimista e entende que os erros podem acontecer e devem servir de aprendizado.

Tire vantagem do mindfulness

Isso significa desenvolver a prática de estar totalmente presente no momento e ciente de tudo ao seu redor e em você, incluindo o ambiente, as sensações físicas, os pensamentos e os sentimentos por determinados períodos de tempo. Estudos têm mostrado que a atenção plena está claramente ligada à melhoria dos líderes – tanto em suas capacidades profissionais como nas pessoais.

Administre a sua ansiedade

As atividades profissionais envolvem prazos apertados, busca por resultados e muita pressão. É imperativo, portanto, saber administrar a ansiedade. Uma dica é aprender a fazer a gestão do tempo.

Pessoas ansiosas ficam com a sensação de que não vão conseguir dar conta de todos os compromissos. A dica é começar a utilizar uma agenda para delimitar o tempo de cada tarefa e também para estipular as prioridades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Quais os primeiros cuidados com um lençol novo?
SPA em casa: 5 dicas para um momento relaxante
O que considerar ao comprar toalhas de banho?
1234