Bem viver
7
junho

Tipos de cama: qual a melhor opção para o seu quarto

Cada pessoa possui uma necessidade diferente e a escolha do modelo dos tipos de cama vai depender de cada um. O colchão que compõem esse tipo de cama pode ser feito de espuma ou de molas, mas com diversas variações entre os modelos. 

Por isso, é necessário avaliar muito bem os detalhes antes de realizar a compra, pois investir em um bom colchão é fundamental para manter a qualidade do sono. Existem muitos e variados tipos de cama, cada um com pontos positivos e negativos e que irão ser melhor aproveitados em diferentes ambientes, decoração e orçamentos. Conheça alguns e escolha qual o seu preferido neste artigo.

Principais tipos de cama 

Cama de solteiro

A cama box de solteiro é uma boa opção para quartos pequenos. Ela é encontrada em duas medidas 88cm x 188cm e 93cm x 207cm. A segunda, também chamada de cama padrão americano, além de maior, suporta mais peso e é o modelo ideal para adultos.

Cama de casal Padrão

A cama de casal padrão segue as medidas de uma cama tradicional (1,38m x 1,88m), sendo assim uma boa opção para quarto de casal pequeno. Os solteiros também gostam muito desse tipo de cama, especialmente se priorizam o conforto na hora de dormir.

Tamanho grande

 

Esse tipo de cama é um pouco maior do que o tamanho padrão, com 1,58m x 1,98m. É um modelo que proporciona agradáveis noites de sono aos casais.

Tamanho King

Com 1,93m x 2,03m, essa cama box King é o desejo de 9 em cada 10 casais. Como se trata de um modelo grande, é muito importante verificar se o dormitório tem espaço suficiente para comportar o modelo.

Como escolher o melhor tipo de cama

A melhor escolha depende muito do tamanho do quarto, já que além da cama, o cômodo deve comportar guarda-roupas, criados mudos e ainda tem que sobrar espaço para a circulação de pessoas. 

Dois aspectos devem ser considerados: o prático e o estético. O conforto precisa ser o primeiro da lista, não apenas quanto à densidade de um colchão, mas também quanto à ergonomia geral. A altura, comprimento e largura, materiais que compõem, e design seguro da cama também são fundamentais. Por exemplo, em um quarto de dimensões menores, evite uma cama com quina “viva” para evitar acidentes.

Você  também precisa medir o espaço que você dispõe no quarto. É preciso muita atenção nessa fase para montar um espaço completo sem cometer erros que deixem o ambiente apertado. Os espaços para você transitar e a distância necessária para abrir portas e gavetas do guarda-roupas sem esbarrar em nada precisam ser anotados. 

Já o aspecto estético relaciona-se com o contexto onde a cama estará inserida e, sob essa ótica, ela deixa de ser mero objeto de função técnica e passa a ter uma maior importância, podendo ser o destaque no décor do quarto. No entanto, em qualquer ambiente podemos eleger uma peça ou um objeto em especial para ser o protagonista, e a cama, com certeza, é um item definitivo na decoração.

O que achou das dicas? Aproveite e compartilhe esse artigo com seus amigos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Dicas para ter cachorro em apartamento
Roupa de cama infantil: como deixar o quarto mais divertido
Utensílios de cozinha que não podem faltar em sua casa
Cromoterapia: como ela influencia no seu bem estar
1234