Bem viver
2
junho

Com que frequência devo trocar a roupa de cama?

Você consegue se lembrar qual foi a última vez que você trocou a roupa de cama? Ter uma frequência para fazer essa troca é muito importante, tanto para seu conforto quanto para sua saúde.  Aliás, não existe nada melhor do que dormir com lençóis e fronhas limpinhos e cheirando a amaciante, não é mesmo?

Apesar disso, muitas pessoas não sabem que existe uma certa periodicidade para trocar a roupa de cama. Isso porque, sua cama pode ser o motivo de você ficar doente. Afinal, você deita nela todo dia, deixa um punhado de células mortas na roupa de cama e isso é perfeito para acumular bactérias, ácaros e outros bichinhos do mal. 

Para se ter uma ideia, pesquisadores da Unicamp constataram que, em dois anos de uso, o colchão pode acumular 1,5 milhão desses organismos. Passamos cerca de um terço de nossas vidas dormindo e isso se reflete nos fragmentos que deixamos entre os lençóis. Nossos corpos derramam milhões de células da pele a cada dia, muitas das quais são depositadas em nossas camas.  

Problemas mais comuns com o descuido ao trocar a roupa de cama

A limpeza e o cuidado que devemos ter influenciará diretamente no nosso bem estar e na nossa saúde. Os problemas mais comuns que sofremos com o descuido ao trocar a roupa de cama são respiratórios, tais como: asma, rinite, bronquite ou crises alérgicas, que podem causar obstrução nasal, tosse, falta de ar e, em casos mais graves, podem causar pneumonias ou algum tipo de infecção por bactérias.

Quando devo trocar a roupa de cama?

O ideal é trocar a roupa de cama toda semana, isso porque transpiramos durante a noite. Por outro lado, a troca das fronhas deve ser ainda mais frequente, aproximadamente duas vezes por semana. Por isso, é interessante ter mais opções de fronhas em casa para manter essa frequência de troca.

Para sempre ter a cama arrumada aconselhamos que tenha pelo menos três jogos de lençol. Assim, enquanto um passa pelo processo de lavagem outro pode ser colocado na cama. 

Outro detalhe que deve ser levado em consideração é em estações em que a temperatura está mais elevada. Nestas épocas é comum termos excesso de suor. Neste caso, o recomendado é reduzir o intervalo de tempo para trocar a roupa de cama para 4 ou 5 dias. Quem dorme acompanhado também aumenta a população microbiana de maneira mais intensa, outra situação que também exige trocas mais frequentes.

Cuidados com a roupa de cama

Existem alguns cuidados que você pode ter com sua roupa de cama e evitar que ainda mais bactérias se acumulem. 

  • Evite subir na cama com os pés sujos; 
  • Não deixe a toalha molhada em cima da cama após o banho;
  • Use saquinhos para guardar cada jogo de lençol para evitar aquele cheirinho de armário;
  • Coloque as peças lavadas recentemente por baixo de todas as outras, garantindo que todas sejam usadas.

Gostou das dicas? Aproveite e compartilhe esse artigo com quem você ama!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Cabeceira para cama box: como escolher a opção ideal
Manchas do edredom: aprenda como eliminar
Como preparar uma mesa de queijos e vinhos
Dicas para usar os tapetes na decoração da sua casa
1234