Bem viver
21
abril

Como dormir melhor conforme envelhecemos

como dormir melhor

Quer saber como dormir melhor conforme assopramos cada vez mais velhinhas? Nós te ajudamos!

Não há dúvidas de que sono e idade estão conectados. Se você fechar os olhos, provavelmente se lembra de muitas vezes em que sua avó ou avô cochilavam após o almoço. 

Será que dormimos menos à medida que envelhecemos? Em caso afirmativo, o que podemos fazer para garantir que nossos horários de sono envelheçam tão bem quanto nós? 

Temos as respostas sobre como voltar o relógio, como dormir melhor e obter o descanso que você merece! 

Abaixo, fique com nossas dicas sobre como dormir melhor:

 

A insônia aumenta com a idade?

Infelizmente, sim. Existem inúmeras razões (e logo vamos falar disso), mas basta dizer que, quanto mais velho você fica, mais difícil é dormir oito horas contínuas. 

A boa notícia é que existem algumas soluções super simples que podem nos ajudar a entender a relação entre sono e idade e nos guiarão em nossa busca para dormir melhor à medida que envelhecemos.

Esse é um fenômeno natural, mas não significa que você precisa se sentir impotente.

 

O que causa insônia em idosos?

A insônia pode ocorrer com mais frequência quando somos mais velhos porque sono e idade são inversamente correlacionados. Quando envelhecemos, nossos padrões de sono mudam. Nós acordamos mais durante a noite e mais cedo pela manhã. Embora precisemos da mesma quantidade de sono, nosso corpo geralmente nos permite apenas 6,5 a 7 horas de sono por noite, e isso significa que a transição entre sono e vigília parece mais abrupta. É por isso que as pessoas mais velhas sentem que dormem melhor quando jovens.

 

Inicie uma rotina e siga à risca

Aqui está uma maneira de o sono e a idade não mudarem: são melhores quando você permanece consistente. Nossos horários de sono são regidos por algo chamado ritmo circadiano. É basicamente um processo interno para ajudar nosso corpo a aprender a iniciar e manter o sono. Quando envelhecemos, nosso ritmo circadiano pode se tornar mais sensível à mudança.

Uma maneira fácil de combater os efeitos do sono e da idade é garantir que você vá dormir na mesma hora todos os dias, mesmo nos finais de semana. Escolha um horário que funcione para você, por exemplo, dez horas da noite e depois mantenha a mesma hora de dormir todos os dias por duas semanas. No final desse período, seu corpo deve estar tão treinado que você poderá adormecer e acordar sem um despertador – não importa quantos anos você tenha.

 

Use seu quarto para dormir

Nós nos tornamos mais sensíveis à luz azul à medida que envelhecemos, o que pode sinalizar ao nosso cérebro que é hora de estar ativo e acordado. Infelizmente, nossa sociedade se tornou viciada em luz azul, que é encontrada na maioria dos tablets, computadores e telas de televisão. 

Se você deseja dormir melhor à medida que envelhece, essa é uma solução simples que o ajudará agora e daqui a dez anos: abandone as telas. Quando você usa seu quarto apenas para dormir, isso não apenas limita a quantidade de tempo que você fica exposto à luz azul, mas também treina sua mente para se preparar para dormir assim que você entra no quarto. Isso se torna ainda mais valioso à medida que envelhecemos e nos tornamos sensíveis a esses estímulos. Na busca de como dormir melhor, abandone as telas e leia um livro sob lâmpadas de baixa potência.

 

Evite aquela xícara de café da tarde

Infelizmente, não apenas a idade e o sono estão ligados, mas também a sensibilidade à cafeína. À medida que envelhecemos, nos tornamos mais sensíveis à cafeína. Enquanto aquela xícara de café às 16:00, quando você tinha 20 anos, era um estímulo, aos 40, pode ser o que o mantém acordado à noite. Para garantir que você não tenha cafeína residual em seu sistema ao tentar dormir, reduza a cafeína pelo menos 4-6 horas antes da hora de dormir. Algumas pessoas idosas têm uma sensibilidade tão extrema à cafeína que precisam passar doze horas sem ela antes de dormir. Mantenha sua xícara de café da manhã, mas talvez mude para o descafeinado – ou, melhor ainda, para o chá de ervas – quando o relógio passar das onze da manhã.

 

Não cochile (sério)!

Uma soneca aqui ou ali pode ser uma boa recarga, mas se você estiver cochilando no meio do dia regularmente, pode estar prejudicando seu sono à noite. Mencionamos antes que você provavelmente tem lembranças vívidas de seus avós cochilando no meio do dia, mas treinar-se para evitar essas tréguas é uma grande parte de lidar com o sono e a idade. Em vez de dormir, tente se exercitar ou manter-se ativo. Você não apenas evitará dormir naquele momento, como também ajudará a cansar fisicamente o corpo, para que o sono seja mais natural quando chegar a hora de dormir.

O que achou das nossas dicas e explicações? Anotou as dicas sobre como dormir melhor conforme os anos passam? Se você está em uma idade onde essas dicas já podem te ajudar, comece a praticá-las e garanta um sono mais tranquilo e duradouro nos anos por vir.

Deixe nos comentários sua dica para dormir melhor durante a noite, também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Bonitas e macias: você sabe como cuidar das toalhas?
Travesseiro alto ou baixo: aprenda as funções de cada modelo
Casa zen e perfumada: velas e aromatizantes
Bebidas quentes antes de dormir: um abraço para o corpo
1234