Bem viver
8
agosto

Como a tecnologia está afetando o seu sono

Você sabia que a tecnologia pode estar diretamente ligada à qualidade do seu sono? Entenda

Morar em locais com muitos ruídos, ter uma jornada diária de trabalho exaustiva, inúmeras preocupações e tantos outros empecilhos afetam diretamente a qualidade do seu sono, certo? Porém, além disso, o uso da tecnologia também apresenta relação direta com esse problema.

O uso de smartphones, tablets e outros aparelhos tecnológicos durante o período noturno contribui de forma direta para o aumento desse tipo de problema.

Sim, a tecnologia afeta o seu sono!

Uma pesquisa americana analisou dados de 360 mil jovens e descobriu dados preocupantes sobre o assunto. Cerca de 40% dos adolescentes, em 2015, dormiram menos de sete horas por noite, um aumento de 58% da diminuição do sono, se comparado com dados da década anterior.

Descobriu-se também que quanto maior é o tempo de permanência online desses jovens, menor é a quantidade de sono registrada. Além disso, aqueles que passaram cinco horas por dia conectados eram 50% mais propensos a dormir menos do que o necessário.

A justificativa para isso foi que, mesmo sem estarem usando diretamente seus aparelhos, os comprimentos de onda de luz emitidos por smartphones e tablets, por exemplo, interferem e alteram o ritmo natural do ciclo sono-vigília do corpo.

Declínio da saúde mental dos jovens 

Outra pesquisa demonstrou que enviar mensagem de texto durante a noite pode estar diretamente relacionado ao declínio da saúde mental dos jovens, principalmente com o aparecimento da depressão, baixa autoestima e oscilação de humor.

O motivo disso é que muitos desses jovens passam a noite em claro enviando e recebendo mensagens, o que interfere diretamente na qualidade do sono e acaba prejudicando a saúde mental.

E as crianças, também são prejudicadas?

Com os pequenos, as interferências são ainda maiores, pois os olhos ainda estão em pleno desenvolvimento e acabam ficando mais vulneráveis aos efeitos de interrupção do sono.

São inúmeros os estudos com crianças que apresentam dados que relatam menos tempo dormindo e menor qualidade do sono. Como os olhos das crianças ainda não estão totalmente desenvolvidos, eles são mais sensíveis, se comparados aos dos adultos, ao impacto da luz no ritmo biológico de seu cérebro.

Por isso, se você tem o costume de fazer seu filho pegar no sono assistindo algum tipo de conteúdo no smartphone ou tablets, saiba que isso não deve ser feito nunca mais!

Os números são alarmantes

Pesquisas indicam que mais de 75% dos jovens levam seus computadores ou celulares para o quarto e quase 60% fazem o uso dos equipamentos pouco tempo antes de dormir. Além disso, mais de 45% utilizam o telefone como alarme.

As mensagens de texto que fazem o aparelho vibrar ou tocar durante a noite acabam interrompendo o sono durante a noite, o que prejudica na consolidação da memória. 

Percebeu como a tecnologia pode ser uma grande vilã do seu sono? A utilização excessiva e indevida acaba prejudicando de forma corriqueira a qualidade do seu sono e da sua saúde. Por isso, limite o uso e tome muito cuidado com os dispositivos eletrônicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Dicas da Chris Flores para montar um enxoval de roupa de cama para o casamento
Por que temos pesadelos durante o sono?  
Você já visitou uma loja Altenburg?  
5 dicas para ensinar seu corpo a acordar cedo 
1234