Bem viver
3
julho

Por que dormir pouco é prejudicial à saúde?

Se você está dormindo pouco tempo, saiba que a falta de sono pode trazer inúmeros prejuízos para a saúde.

Vivemos em uma correria constante. É trabalho acumulado, cada dia mais demandas, obrigações em casa e outras atividades que exigem muito do nosso tempo, certo? Como consequência, acabamos tendo menos tempo para descansar e dedicamos poucas horas ao nosso sono.

Embora isso seja cada vez mais comum, dormir pouco é prejudicial demais para a saúde. Isso porque, como resultado de uma noite mal dormida, a maioria das pessoas não consegue ter um bom rendimento durante o dia, fica desatenta, irritada, tem mais fome, corpo dolorido e, assim, manter a concentração se torna uma tarefa mais complicada que o comum. 

O que dormir pouco pode causar?

É importante dormir ao menos 7 horas por noite, para que os problemas que listamos a seguir não prejudiquem a sua saúde. 

Baixa imunidade

Quando você dorme, seu organismo trabalha na produção de anticorpos, os responsáveis pela defesa do nosso corpo contra infecções, vírus, bactérias e outros vilões que podem comprometer nossa saúde.

Contudo, se você não dorme adequadamente, seu organismo não produz os anticorpos suficientes para sua proteção e sua imunidade sofre uma baixa considerável.

Obesidade

Estudos científicos apontaram uma ligação estreita entre a privação do sono e a alteração hormonal que influencia na fome e nas escolhas dos alimentos. Dessa forma, o fato de não dormir o suficiente pode levar à obesidade, por conta da ansiedade de ficar acordado em horários errados. 

Estudos apontam que dormir 6 horas ou menos por noite aumenta a produção de um hormônio chamado grelina, que causa fome. Esse tempo de sono também diminui consideravelmente a produção de pectina, um outro hormônio responsável pela sensação de saciedade.

Doenças cardíacas

Outros problemas que estão relacionados com o pouco tempo de sono são os males do coração, que podem ser agravados ainda mais se você estiver com excesso de peso. Conforme especialistas, é durante o sono que o corpo consegue reparar e fortificar as artérias e o coração.

Por isso, se você não dorme, os risco de desenvolvimento de doenças cardíacas é enorme, até porque noites mal dormidas nos fazem produzir mais hormônios e outras substâncias químicas que proporcionam o aumento da pressão arterial. 

Derrame cerebral

Sabe aquela constante enxaqueca que você sente todos os dias? Pois é, os sinais disso podem estar diretamente relacionados com um possível Acidente Vascular Cerebral.

Estudos apontam que pessoas que dormem menos de 6 horas por noite correm um risco 4 vezes maior de sofrer um AVC. Horrível, não é mesmo? 

E aí, vai continuar se privando do seu sono ou vai dar mais atenção as suas noites? Com todos esses fatores negativos, é melhor prestar atenção na quantidade de tempo que você anda descansando. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Quais os melhores exercícios para o corpo e mente na terceira idade?
Você conhece o travesseiro Airflow da Altenburg?
Qual a relação entre a cafeína e o sono?
O que o nosso corpo faz enquanto dormimos?
1234