Bem viver
18
junho

8 motivos para você dormir mais cedo todos os dias

Dormir pouco é uma das causas mais evidentes que afetam diretamente a saúde, o bem-estar e consequentemente a vida. Por que dormir mais cedo? Entenda!

Segundo um estudo divulgado pela Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, o Brasil é um dos três países que menos dormem no mundo. Em média, são 7 horas e 36 minutos de sono todos os dias.

Embora o número possa parecer grande, essa quantidade de sono pode ser insuficiente para algumas pessoas e afetar diretamente a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida.

Aliás, embora cada um precise de um tempo específico de descanso, alguns sinais como: atenção alterada, problemas de memória, cansaço extremo e estresse, podem significar que você precisa dormir mais do que está dormindo!

Por que dormir mais cedo todos os dias?

Você sabia que quem dorme mal tem risco maior de sofrer acidentes? A sonolência excessiva traz prejuízos cognitivos e faz com que você tenha mais chances de causar um acidente de automóvel, ou durante o trabalho, devido ao cansaço.

Se você ainda não se convenceu, temos mais alguns dados. Confira!

  1. Risco de hipertensão, infarto e AVC

Quem dorme menos de cinco horas, em média, tem mais problemas de hipertensão, maior risco de infarto do miocárdio e de acidente vascular cerebral (AVC), segundo a National Sleep Foundation, dos Estados Unidos.

Nas fases profundas do sono, os hormônios que controlam a circulação sanguínea são produzidos. Quando não existe tempo suficiente de sono, esse fluxo é afetado, prejudicando a pressão arterial e a frequência cardíaca.

  1. Afeta o funcionamento dos neurônios

Privar-se de sono pode causar lapsos de memória e problemas de concentração, efeito semelhante a de alguém que está bêbado.

Segundo um estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, ficar sem dormir interfere na habilidade dos neurônios em traduzir o que está sendo visto em pensamentos coerentes.

  1. Brigas e mais brigas

Quando as pessoas não estão com o sono em dia, elas tendem a ser mais hostis umas com as outras. Isso fica ainda mais evidente principalmente entre os casais.

Após as brigas, as pessoas também tendem a apresentar níveis mais altos de proteínas inflamatórias no sangue, que são associadas a doenças cardíacas, câncer, entre outros problemas de saúde.

Morte prematura

Pessoas que dormem tarde e têm dificuldades para acordar de manhã possuem mais riscos de morrer de forma prematura, segundo um estudo realizado pela Escola de Medicina da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos.

Segundo essa pesquisa, pessoas que se definem como noturnas têm 10% mais chances de sofrerem uma morte prematura. Além disso, quem acorda mais tarde tem maior tendência de ter problemas físicos ou mentais.

  1. Afeta os genes

Dormir a metade do tempo necessário pode chegar a alterar até 80% do transcriptoma – o conjunto de genes que estão se expressando em um dado momento em uma célula.

Isso demonstra que os efeitos de um sono insuficiente no nosso sistema genético são muito maiores do que para quem possui um sono regular.

  1. Riscos de diabetes tipo 2

Quando você se priva do sono, há maior probabilidade de adquirir resistência à insulina. O estudo realizado pela Universidade da Califórnia aponta que a culpa está nos hormônios testosterona e cortisol.

Quando há falta de descanso, esses hormônios ficam desregulados, causando a resistência à insulina e aumentando o risco de diabetes tipo 2.

  1. Queda na produtividade

Sabemos que a nossa rotina exige uma demanda produtiva muito alta. Quando não temos o tempo de sono suficiente para o nosso corpo se recuperar, há uma brusca queda naquilo que produzimos, tanto em quantidade, como em qualidade.

A parte do nosso cérebro responsável pela criatividade e foco é afetada, causando uma fadiga excessiva e diminuindo os índices produtivos do dia a dia.

  1. Perda de momentos

Quando você dorme pouco, em algum momento o seu corpo precisará desligar de forma completa. Por isso, um dia ou outro, você acabará tendo que dormir mais do que o normal e isso pode acarretar na perda de momentos importantes, como reuniões e compromissos pessoais.

Conseguimos convencer você de dar mais atenção ao seu tempo de sono? São vários malefícios para o seu corpo se você não consegue ter um tempo de sono muito maior do que o que está tendo atualmente. É preciso rever sua rotina e passar a dormir mais cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Quais os melhores exercícios para o corpo e mente na terceira idade?
Você conhece o travesseiro Airflow da Altenburg?
Qual a relação entre a cafeína e o sono?
O que o nosso corpo faz enquanto dormimos?
1234