Bem viver
13
junho

Você conhece a história da Festa Junina?

Muito comum no Brasil, a Festa Junina une jesuítas portugueses, costumes indígenas e caipiras, celebrando santos católicos e pratos com alimentos nativos.

O que você conhece sobre a Festa Junina? Provavelmente, você deve se lembrar logo de cara das músicas típicas, da quadrilha e claro, das comidinhas deliciosas. Contudo, essa celebração é muito mais do que apenas isso!

As festas juninas fazem homenagem a três santos católicos: Santo Antônio, São João Batista e São Pedro. Entretanto, a origem dessas comemorações é do ano anterior à era cristã.

A origem da Festa Junina

No hemisfério norte, várias celebrações pagãs aconteciam durante o solstício de verão. Essa importante data astronômica marca o dia mais longo e a noite mais curta do ano, que ocorrem nos dias 21 ou 22 de junho.

Além disso, inúmeros povos da Antiguidade, como os celtas e os egípcios, aproveitavam a ocasião para organizar rituais em que pediam fartura nas colheitas.

Os indígenas

Antes das chegadas dos portugueses, os índios também faziam importantes rituais durante o mês de junho. Nesse caso, eram inúmeras celebrações ligadas à agricultura, com cantos, danças e muita comida.

Com a chegada dos jesuítas portugueses, os costumes indígenas e o caráter religioso dos festejos juninos se fundiram. É por conta disso que as festas juninas celebram santos católicos, mas também oferecem pratos feitos com alimentos típicos dos nativos.

A quadrilha

Você sabia que a quadrilha tem origem francesa? Pois é, ela é datada do século 17 e funciona praticamente da mesma forma como vemos atualmente. Em pares, os dançarinos faziam uma sequência coreografada de movimentos alegres.

O estilo chegou ao Brasil no século 19, trazido pelos nobres portugueses e sendo adaptado até fazer sucesso nas festas juninas.

Comidas típicas

A comida é quase toda feita à base de grãos e raízes que nossos índios cultivavam, como milho, amendoim, batata-doce e mandioca.

A colonização portuguesa adicionou novos ingredientes e, hoje, o cardápio ideal tem milho verde, bolo de fubá, pé de moleque, quentão, pipoca e muito mais.

E aí, já está preparado para pular a fogueira, dançar quadrilha e se deliciar com as gostosuras dessa festa histórica e tradicional? Aproveite que junho é o mês da Festa Junina e aproveite!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Maneiras de acabar com o sono durante o dia
Conheça os diferentes tipos de toalha Altenburg 
Como lidar com a ansiedade durante o sono
6 dicas para aproveitar as férias em família
1234