Bem viver
11
abril

O charme do café: três formas de fazer a bebida que esquenta o coração

Os apaixonados não abrem mão: o café de todos os dias é a parada na rotina para apreciar as boas coisas da vida. E existe uma coisa melhor do que aquele cheirinho invadindo a casa de manhã cedo? A gente acha que não!

No sábado (14) se comemora o Dia Internacional do Café. Por isso, trouxemos hoje três sugestões de preparo do líquido sagrado. São pequenos truques para deixar o que já é bom ainda melhor!

O tradicional filtro de papel

Mais comum nas casas e empresas, o filtro de papel com o coador direto na xícara ou em uma garrafa térmica não tem erro. A recomendação é de 80g a 100g de pó (de cinco a seis colheres de sopa) para cada litro da bebida.

Um dos grandes truques é que a água não pode estar fervendo – isso afeta bastante o gosto do café. Se a água chegou a fazer as tradicionais bolinhas de fervura, espere por um minuto ou dois, com o fogo desligado, para que ela chegue à temperatura ideal. Despeje o líquido lentamente das bordas para o centro. Não é necessário mexer com uma colher.

Alguns especialistas dizem que esse processo não pode durar mais do que quatro minutos, para que não haja uma extração excessiva, que pode acabar amargando demais a bebida.

Moka: a charmosa cafeteira italiana

Ela é fotogênica, produz um café incrível e ainda deixa aquele cheirinho invadir a casa. A Moka é uma cafeteira italiana de alumínio. O preparo nela é simples: a água vai na parte inferior, o pó no meio e a parte de cima fica vazia. Com a evaporação da água, ela passa pelo café e o resultado é uma bebida encorpada e super saborosa.

São dois truques bem básicos para não errar. O primeiro é colocar algumas gotas de água gelada na parte de cima, onde o café pronto irá cair. Isso evita que ele amargue pelo contato direto com o alumínio quente. O segundo é tirar do fogo assim que o café começa a chegar no nível superior.

Se você já tem uma máquina de espresso

Os viciados mesmo costumam ter no seu arsenal culinário uma máquina caseira de espresso. Mas se engana quem pensa que “tirar” uma bebida como nas cafeterias é simples. O primeiro grande cuidado é em relação ao pó. Além de comprá-lo em locais de boa procedência, é fundamental ficar de olho no frescor. Como nas casas especializadas existe um grande giro da matéria-prima, ele é sempre fresco. Guardar o café por muitos dias pode estragar a experiência.

Outra coisa importante é escaldar com água fervente a xícara para evitar que esse café – mais denso e forte do que os filtrados convencionais – esfrie.

Agora corra para fazer o seu e bom proveito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEJA TAMBÉM


Aproveite o Desconto Solidário!
Dia Mundial do Rock: ele também chega na decoração
Mudar seu quarto pode começar pela fronha
Teto colorido é tendência na decoração
1234